domingo, 8 de março de 2009

Momento didático - a questão do "lhe" e do "te" e verbos defectivos

Calma, não se assustem com o título ! Verbos defectivos espantam tanto quanto um alien, mas a verdade é que o conceito é bem tranquilo.

Algumas pessoas me pediram, em comentários no blog (meu caro amigo do Rio, Jorge Pakkii) e scraps no orkut, que eu postasse sobre a questão do "te" e do "lhe". Vamos lá.

Tudo gira em torno da regência do verbo em questão. Regência é aquilo que determina se o verbo pede preposição ou não. Eu sei que ainda está grego, então nada como um exemplo para ilustrar melhor a coisa : vamos pegar o verbo "ajudar" e o verbo "ver". Ambos são transitivos diretos, ou seja, quem ajuda ajuda alguém e quem vê vê alguma coisa (ou alguém também, tanto faz). O verbo "obedecer", por exemplo, é transitivo indireto, isto é, quem obedece obedece a alguém. Mais um exemplo ? Ok, tem o verbo "habituar", ou seja, quem se habitua se habitua a fazer alguma coisa. A.

O artigo "a" funciona como preposição. Ninguém "obedece alguém"; obedecemos a alguém, assim como "ajudamos alguém", e não "ajudamos a alguém". Estamos "vendo alguma coisa", e não "vendo a alguma coisa". Estamos habituados a jogar videogame, e não habituados jogar videogame. Entenderam a questão da regência ? Só é chatinha, não muito difícil. Tem coisa muito pior.

Agora que estamos situados, vamos retomar a questão do "te" e do "lhe". Se quem ajuda ajuda alguém, então todos devemos ajudá-lo (= ajudar ele ou você, logo, ajudá-lo ! Não "ajudar-lhe").
Logo, se quem obedece obedece a alguém, então obedecemos aos nossos pais, e não só obedecemos os nossos pais. Aos. Devemos, pois, obedecer-lhes. Sim, obedecer a eles, obedecer aos nossos pais, e não obedecê-los. Mas sim obedecer-lhes.

Mais exemplos : "Eu o encontrei perdido no mar" (quem encontra encontra alguém, e não a alguém) ; "Não o vejo há anos" (quem vê vê alguma coisa ou alguém, e não a alguma coisa ou a alguém) ; "Olha, preciso lhe dizer que menti" (quem diz diz a alguém, diz alguma coisa a alguém, por isso usamos o "lhe"! Preposição "a", use "lhe"; não há preposição, não há "lhe").

E as formas "eu te amo", "eu te adoro", "eu te disse" ou "eu quero te dar um Playstation 3" ? Estão erradas ? Não, desde que o tratamento esteja na 2ª pessoa, ou seja, TU ! Como nem todo mundo é carioca, se o tratamento for em 3ª pessoa (VOCÊ!), aí sim devemos dizer "eu o amo", "eu o adoro", "eu lhe disse", "eu quero lhe dar um Playstation 3" etc. E por que raios você colocou o "lhe" nas duas últimas frases aí no exemplo ? Oras, porque quem diz diz a alguém, e quem quer dar um Playstation 3 quer dar um Playstation 3 a alguém. Lembraram ?

A forma "eu lhe amo" está errada. "Eu lhe adoro" também. O certo é "eu o amo" e "eu o adoro", assim como "eu a amo" e "eu a adoro". Tanto faz. Achou esquisito, cafona, feio ? Então simplesmente diga "eu amo você" ou "eu adoro você". Pronto ! Certíssimo !

Mudando de pato pra ganso, a questão dos verbos defectivos é bem rápida. São verbos que não têm a 1ª pessoa do singular do presente. O verbo "colorir", por exemplo. Qual o certo : "eu colóro" ou "eu colôro" ? Nenhum dos dois. Não existe a 1ª pessoa do singular para este verbo. Mas lembrem-se : é só no presente. No passado você pode dizer normalmente : "eu colori". Atenção para a 1ª pessoa do futuro. Não está errado dizer "eu colorirei", mas evite. Esse é esquisito mesmo, é um termo em desuso. Prefira "eu vou colorir" ou "irei colorir". É melhor.

Outro exemplo é o verbo "demolir". Ninguém diz "eu demôlo". Haha, é até engraçado. Também é outro verbo defectivo. "Eu demoli" está ok também. "Eu demolirei", assim como "eu colorirei", não está errado, mas igualmente esquisito. Evite. É melhor dizer "eu vou demolir" ou "irei demolir".

Ué, e como faço para dizer esses verbos no presente ? E se eu quiser contar para um amigo que estou colorindo naquele momento ? Simples, diga exatamente isso. "Eu estou colorindo". Pronto. Todo mundo entendeu. "Eu estou demolindo". Certíssimo. Ambos estão no presente e na 1ª pessoa do singular. Voalá ! Este é um dos raros casos em que o gerúndio vem a favor.

Téinkiu !

Abrátzo

8 comentários:

Guilherme Giuntini disse...

Brands o professor Tenacious D. AhuAUHuhA

Bom post.. até eu aprendi um pouco.. recordar é viver...

abraço..

Brands já já brunao começa a cobrar as fotos auhahuuhauha

Jeff disse...

Ow Brunão 50 kg...caraca véi c vai fazer Lcenciatura ?aproveita os anos que dá mano...lembro pacas da sua época de nerd pra galera que não sabia as paradas de portuga hauhua...saudades brother

Abraçãooo

Jorge Pakkii disse...

Muito bom, cara! Fazia um tempo que eu já tinha essa dúvida, hehe. Valeu =D

Mas mudando pro assunto do post anterior... no Canadá o kit Rock Band 2 tá custando coisa de 150 dólares. Eu queria muito esperar pelo RB: Beatles, para comprar os instrumentos e tal. Mas acho que é inviável. Então tô com uma dúvida: Rock Band 2 ou GH World Tour? Não me refiro aos jogos, pq vou pegar os dois, mas aos instrumentos. A guitarra de RB é muito mais linda. A bateria de GH parece melhor. Mas os pratos parecem que quebram, às vezes, e tem probleminhas com compatibilidade. Vc tem alguma opinião sobre isso? hehe

Valeu cara, abraço!

adonis kill disse...

Eu vou botar meu momento didático aqui tb hauhuauahuahuaa:


Public Class Form1

Private Sub Calcular_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs) Handles Calcular.Click
Dim CustoFábrica As Double
Dim Resultado As Double
Dim PreçoFinal As Double
Dim Resposta As String
CustoFábrica = InputBox("Informe o Preço de Fábrica")
Resultado = CustoFábrica * 79 / 100
PreçoFinal = CustoFábrica + Resultado
MsgBox("Considerando um Lucro de 29% da concessionária e um total de 45% de Impostos")
Resposta = " O Preço Final com Encargos será de R$" & PreçoFinal & "."
MsgBox(Resposta)


End Sub
End Class


Há To ZuaaaaAAAAAaaaaaando !!!!!!!!!!!!

Ana Paula disse...

Excelente!!!!

Rose disse...

Bruno,
Adorei
Bjs

Taaá disse...

Perfeitoo !
Agora que me recordo..
quando li outro dia, não reparei que foi vc tbm q escreveu esse ..
Parabéns de novo :)

Supiimpaaa Brunãoo

;*

Emily Elizabeth disse...

Nossa, muito obrigada pela explicação de "lhe" e "te". Simplificou bastante! Sou americana e tinha muita dificuldade em entender essa ideia de "lhe" - mas agora ficou mais fácil.
Brigada, viu?
Abs :)