sábado, 11 de abril de 2009

Sony vai investir no Brasil. Família "Playstation" receberá jogos produzidos na Zona Franca de Manaus !

A crise financeira mundial parece estar cada vez mais distante do Brasil. Prova disso é que são poucas as "más" notícias que chegam ao nosso país; o que mais se ouve é a "resistência do Brasil quanto à crise, um exemplo".

É claro que muita coisa piorou por aqui, como o aumento do desemprego e a diminuição do consumo, já que muita gente ficou desconfiada em relação ao crédito (principalmente a longo prazo), que ainda está meio inseguro e instável. No entanto, a bolsa de valores do Brasil (Ibovespa) mostrou índices positivos nas últimas semanas, e houve uma leve diminuição na cotação do dólar, além de um pequeno aumento na geração de empregos formais.

Todo esse contexto do Brasil, se comparado aos países ricos que foram atingidos em massa pela crise, está em boas condições. É um país visado que ganhou notoriedade, dentre outras empresas, pela Sony, que fez um anúncio bombástico de fabricação de games para as plataformas PS2, PS3 e PSP.

Mas não vai ser apenas uma mera "representação oficial", tal qual o Xbox 360, que não tem produção nenhuma aqui no país; a Microsoft do Brasil apenas importa tudo de lá dos EUA (inclusive os jogos), traduz a caixa e o manual para o português e pronto. O preço continua sendo meio exorbitante, diga-se de passagem.

Os jogos para PC, por exemplo, são muito mais baratos e acessíveis. É nesta condição que os jogos fabricados pelas instalações da Sony na Zona Franca de Manaus devem ficar : mais acessíveis, pois o custo de produção será muito menor.

Por enquanto, foram confirmados cerca de 400 a 500 mil títulos para o PS2 e 80 mil para o PS3. O PSP, como utiliza uma mídia física de difícil acesso - o UMD - e não ganhou tanta notoriedade entre os brasileiros, por enquanto não tem um número certo de jogos a serem fabricados, mas haverá, sim, a produção de games para ele, algo que deve ficar em segundo plano pela Sony.

Títulos de peso já foram confirmados numa das primeiras remessas : Lego Batman, Wanted, Batman : Arkham Asylum, F.E.A.R. 2 : Project Origin, Tomb Raider : Underworld, Shellshock 2, Fuel e Terminator : Salvation.

A pirataria deve diminuir consideravelmente com a iniciativa. Vai depender muito de quanto custará cada game, pois todos conhecem o espírito do brasileiro, não é ? Que pertence a todos nós, inclusive eu, você, todo mundo. Jogos custando quase 300 reais chegam a ser risíveis pelo preço e nos encurralam para a única alternativa : aquela mais barata, a dos games piratas.

Se alcançarmos um patamar de 99 reais, a coisa deve melhorar muito e ficar bem mais acessível. Ainda não há preços anunciados. Vamos aguardar.

Abrátzo

3 comentários:

Guilherme Giuntini disse...

isso ae, agora os indíos vão jogar PS3..

Adonis kill disse...

É punha, olha o bronha aqui indo comprar um play 3 ahuahuahua
cara se os jogos ficarem na casa dos 99 no máximo vão fazer sucesso, se for mais barato vai estourar.
É só os jogos por enquanto né? os consoles só o play 2 confirmado?

ricardo disse...

E ae brunão, é o Ricardowwww!! Entrei aqui pra ver a sua página, tá muito legal hein?!? Tenho certeza que se a Sony conseguir mesmo essa proeza de baixar os impostos junto ao governo federal e vender os consoles com preços mais atraentes, e jogos baratos e com impressão final de qualidade, garanto que muitos gamers vão dar adeus aos "Jack Sparow" da vida, porque aquilo, é um lixo, fala sério, não é??? Abraço meu amigo e volto a escrever aqui de novo...É nóis na Videogameslive 2009 em SP!!!!